Food Trucks e a COVID-19

Você já parou pra pensar como os food trucks estão se virando com a pandemia? Quer dizer, a maioria deles depende de pessoas circulando nas ruas ou eventos para sobreviver né? Bom, eles estão tendo que se reinventar para segurar as pontas na crise… Veja só!

A pandemia do novo coronavírus abalou a fortemente toda a economia brasileira. Um dos setores mais afetados foi o de restaurantes e comércio de alimentos, em especial o de food-trucks.

A Amoft, que é a Associação Mineira de Food Trucks, afirma que 90% dos donos de caminhões de bebidas e comidas tiveram renda afetada devido ao isolamento social (muito não é mesmo?). Felipe Correa Barbosa, o presidente da Amoft, afirma que essa é a pior crise que o setor já enfrentou até o momento!

Bom, o que mais afetou os donos de Food Trucks, provavelmente foi a extinção momentânea de grandes eventos. A participação nas praças de alimentação de feiras, convenções e shows era a principal fonte de renda dos comerciantes.

A solução encontrada por muitos vendedores está sendo a adoção de sistemas de delivery. No entanto, nem todos tem essa opção como alternativa para se manterem.

Infelizmente todos no ramo estão sentindo muitas dificuldades com a situação. Os food trucks que estão usando o sistema de delivery sofrem com a queda de pedidos pelas altas taxas de entrega dos aplicativos. Muita gente procura fazer comida em casa também como uma medida de economia já que a crise afeta no poder de renda de todos.

O legal de tudo isso é ver soluções bem geniosas para segurar as pontas nesse momento difícil. É o Caso do Glauber, dono da Cokombi. Ele inventou um sistema de assinatura dos seus produtos para manter a clientela. Seus clientes pagam uma taxa e os produtos do Glauber são entregues conforme a assinatura nas casas do clientes.

Já o Lucas, dono do FoodFast, apostou na contratação de uma frota de entregadores só pra ele. Segundo ele isso diminuí os gastos com a entrega, tonando os deliverys mais atrativos para os clientes.

Bom, a verdade é que todos estão tendo que dar um jeitinho para manter seus negócios de pé e é muito legal ver essas soluções.

Espero que tenham gostado do conteúdo! Até a próxima pessoal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *